EM CADA SONHO UM POEMA, UMA ALMA, UM CORAÇÃO DESFEITO DE MILHENTAS ATITUDES...SOLTA-TE PELO VAGUEAR DOS PENSAMENTOS, LÊ POESIA E DESCOBRE-TE NA IMENSIDÃO DAS PALAVRAS!...Yaleo 


Segunda-feira, 5 de Março de 2012
Para ti que existes

Para ti que existes

 

Amar nunca é demais,

Não mata, ressuscita…

Quando amamos não somos mentira

Somos o sopro do vento,

A neblina matinal,

Somos a lágrima do mar,

O granizo do inverno…

Somos o destino cruzado, embalado pela verdade…

Não precisamos entender o amor

Ele derrama os pedaços de nós,

Ele existe e não existe…ele é céu… é mar…

Nunca estamos sós, quando acreditamos

É preciso olhar em frente, deixar o passado como recordação

É preciso enfrentar o medo, sorrir à solidão

Encontramos o caminho que procurávamos

Aquele renascer, aquela alma gémea…

Aquele sol, aquela lua o eclipse do amor

O transformar do ser em ter…

A tua mão é minha, a minha mão é tua,

Não me quero separar dela…

Nós somos um só.

Yaleo

5/03/2012

tags:

publicado por Yaleo às 20:25
link do post | comentar | favorito

Domingo, 27 de Setembro de 2009
Dor

 

 

Um sopro dado pelo vento

e caio, e não levanto,

a minha perda foi maior

que o destino traçado

por Deus abandonado

por mim.

A lágrima sem sal

cai, na frente de quem não vê

chora o lamento do sofrimento

do destino traçado

mesmo antes do nascimento.


tags:

publicado por Yaleo às 11:46
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009
IX Festival de Música Tradicional Celta

IX Festival de Música Tradicional Celta

Já desde o ano de 2000 que os festivais de música tradicional celta, realizados na freguesia de Santulhão - concelho de Vimioso, têm sido um festival de referência regional. Este festival costuma juntar uma diversidade de intervalos de idade e digamos mesmo que avós, filhos e netos entram em pleno convívio nestes grandes festivais. A música que se encontra nestes festivais, poderá dizer-se que é do agrado de todos (novos ou velhos), pois  lá no fundo veremos que nela se encontra um pouco de nós mesmos! É um espectáculo com várias surpresas, havendo desde rituais de fogo, a gaiteiros ao desafio, com danças no terreiro,... muito convívio, muita comida e bebida... vale a pena vir ver. Aqui fica o programa para este festival

 

Eu com mais dois amigos - Alcino e Filomena, vamos estar em Santulhão na próxima semana, para mais uma vez fazermos da poesia um imaginário de cada um de nós.

Vamos aproveitar e ficar por lá, para pela 1ª vez assistir e participar no Festival Celta.

 


tags:

publicado por Yaleo às 12:56
link do post | comentar | favorito

© Todos Direitos Reservados
.Flor

Associação Cultural Jornal O Arrifanense
.pesquisar
 
Users Online
.Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Poesias recentes

. Para ti que existes

. Dor

. IX Festival de Música Tra...

.arquivos

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.links