EM CADA SONHO UM POEMA, UMA ALMA, UM CORAÇÃO DESFEITO DE MILHENTAS ATITUDES...SOLTA-TE PELO VAGUEAR DOS PENSAMENTOS, LÊ POESIA E DESCOBRE-TE NA IMENSIDÃO DAS PALAVRAS!...Yaleo 

Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007
Feliz Ano Novo - 2008



publicado por Yaleo às 15:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007
Perdição

 

  Como poderei ser eu, simples resgate infame,

Se tu estás sempre longe dos deuses, perdido e só,
Como se ser simples fosse tão fácil.
Como te olho distante e me perco e fico triste,
Pois não te vejo com olhar de quem me ama,
Mesmo assim perdi-me, deixando-me ir,
E entre teus lábios perdi os meus sentidos
E entre teus caminhos perdi o meu pudor.
 
Sou reles, sou fissura no amor descontrolado,
Mas amo teu corpo, teu cheiro, teu olhar.
Simplesmente respiras meu ar quente e sufocante,
Mas eu não fujo, nunca fugi, porque me atrais me atiças.
Meu rosto pálido de pouco dormir te olha,
Simples são teus lábios e é sempre neles que me perco,
Molhados me arrepiam o ser, me ajeitam a desajeitada que sou.
Espero que te aproximes, que caminhes para mim.
 
 
E entre teus lábios perdi os meus sentidos
E entre teus caminhos perdi o meu pudor.
Não sinto nem medo, nem raiva do que fiz,
Apenas me perdi, me deixei ir pelo teu caminho,
Respondi aos teus pedidos simples,
Aos teus abraços apertados e repletos de ardor.
Sou simples, serei simples, olharás sempre para mim
E Verás a rápida decisão de amar sem pensar.
 
 
Mostrei-me e não senti pudor de nada,
Requintei-me de paixão em teus braços.
E tu sim, mostraste-me a perdição de uma loucura.
Que amor desenfreado de preconceitos escuros,
Que arrepio sentir-me mulher perdida,
Mulher entrelaçada pelas sendas obscuras da perdição.
E entre teus lábios perdi os meus sentidos
E entre teus caminhos perdi o meu pudor.


publicado por Yaleo às 12:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007
Feliz Natal!



publicado por Yaleo às 11:46
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

© Todos Direitos Reservados
.Flor

Associação Cultural Jornal O Arrifanense
.pesquisar
 
Users Online
.Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Poesias recentes

. GRITO

. A resposta

. "A minha janela" em Lisbo...

. Hoje...

. Feliz Dia da Mãe

. Para ti que existes

. Apresentação em Aveiro

. CONVITE - Apresentação em...

. Tempo

. Promoção do Romance "A mi...

.arquivos

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.links